Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

OTAN reconhece vulnerabilidade aos sistemas da guerra eletrônica russos

Os especialistas da OTAN reconheceram a vulnerabilidade de suas comunicações e infraestrutura digital aos sistemas de guerra eletrônica russos e por isso planejam, em 2019, desenvolver um conceito de proteção contra esses sistemas.


Sputnik

"O potencial de ataques eletrônicos (por exemplo, supressão) e de suporte eletrônico (por exemplo, detecção de alvos) mostram que a infraestrutura de comunicações táticas da OTAN existente é vulnerável aos sistemas de guerra eletrônica russos e enfrentará sérias ameaças", cita o canal russo RT a encomenda de um estudo da OTAN.


Imagem relacionada
Sistema de guerra eletrônica russo Samarkand | Reprodução


Novas pesquisas dedicadas à proteção das comunicações táticas também são necessárias para a OTAN no contexto da eficácia da doutrina militar russa."A doutrina russa, que implica uma combinação de sistemas guerra eletrônica, drones e artilharia para detectar, identificar, localizar e destruir alvos especialmente importantes, provou a sua grande eficácia", diz o documento.

Ao mesmo tempo se sabe que o desenvolvimento das tecnologias de informação permitirá ao exército russo usar sistemas robóticos de guerra eletrônica com elementos de inteligência artificial.

Recordemos que a superioridade dos sistemas de guerra eletrônica russos foi anteriormente reconhecida pelos militares dos EUA, que foram confrontados o funcionamento destes sistemas durante a operação na Síria.

De acordo com uma das versões, a preocupação dos membros da OTAN pode ser causada pelos novíssimos sistemas de guerra eletrônica Samarkand que podem paralisar completamente os sistemas de comunicação da OTAN. O novo sistema é tão secreto que suas características são desconhecidas.

Há apenas sugestões de que o Samarkand será usado ativamente contra meios de ataque aéreo e não permitirá que o inimigo use armas de alta precisão, incluindo mísseis de cruzeiro.

Existe também a opinião de que o sistema Samarkand será usado como camuflagem eletrônica para formar sinais falsos e confundir os sistemas de reconhecimento do inimigo.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas