Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Para Trump, países vizinhos da Síria podem conter os resquícios do Daesh

O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que "países locais", incluindo Turquia, são capazes de lidar facilmente com os membros remanescentes do Daesh na Síria.


Sputnik

A fala do presidente dos EUA se refere ao período após a saída das tropas dos EUA do território sírio.


Trump se reúne com apoiadores na Pensilvânia.
Donald Trump © Sputnik/ Katelyn Oaks

Na quarta-feira (19), Trump anunciou a saída de 2 mil oficiais das tropas norte-americanas do território sírio. Ele justificou a medida afirmando que o Daesh, grupo terrorista proibido na Rússia, foi derrotado e que esse era o principal objetivo dos EUA.

"Na Síria, nós originalmente ficaríamos lá por três meses, e isso foi há sete anos atrás — nós nunca fomos embora. Quando me tornei presidente o ISIS estava radicalizando. Agora o ISIS está majoritariamente derrotado e outros países locais, incluindo a Turquia, podem facilmente tomar conta do de qualquer coisa que sobrar. Nós estamos voltando para casa!", disse Trump no Twitter.

Comentários

Postagens mais visitadas