Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Primeiro SSBN indiano vai receber novos mísseis balísticos

A Marinha Indiana está recebendo a série K de mísseis balísticos lançados por submarinos (SLBMs). A organização estatal de pesquisa e desenvolvimento de defesa (DRDO) está liderando este programa.


Poder Naval
NOVA DELI – O míssil K-5 pode entregar uma ogiva nuclear a uma distância de 5.000 quilômetros. Este míssil será submetido a uma série de testes de desenvolvimento antes de entrar em serviço.

INS Arihant, primeiro SSBN indiano

Outros membros da série K são o K-15 (B-05) Sagarika com alcance de 750 km e o K-4, com alcance de 3.500 km K-4.

Esses sistemas já foram testados várias vezes. O K-15 é a versão SLBM do míssil Shaurya baseado em terra.



O míssil K-15 está integrado ao primeiro submarino da classe “Arihant”, que receberá o K-4 no futuro próximo.

O submarino nuclear de mísseis balísticos INS Arihant garante a capacidade de segundo ataque ou de retaliação da Índia.

FONTE: Forecast International

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas