Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Relatório: Capacidades russas de A2AD degradam potencial de resposta da OTAN

Mapa interessante do mais recente relatório CSBA – Center for Strategic and Budgetary Assessments de Washington-DC, mostrando as capacidades de contra-intervenção da Rússia (A2AD – Anti Access/Area Denial).


Poder Aéreo

Ele abrange os estados da linha de frente leste da OTAN e se estende até a Europa central, permitindo que as forças russas degradem significativamente uma potencial resposta da OTAN.

Capacidades A2/AD da Rússia. Clique no mapa para ampliar

Observar ampliando o mapa o alcance dos radares OTH da Rússia, o alcance dos caças Su-35 e dos sistemas de defesa aérea S-300/S-400/S-500.

A forte capacidade A2AD da Rússia é um dos argumentos dos defensores do caça F-35, que seria, graças à sua furtividade, o único capaz de penetrar as defesas russas relativamente incólume.


Comentários

Postagens mais visitadas