Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Revelado mistério do caça chinês J-20 visto em base aérea dos EUA

Uma réplica em escala real do caça Chengdu J-20 Mighty Dragon da China está estacionada em uma instalação militar no Aeroporto Internacional de Savannah-Hilton Head, no estado norte-americano da Geórgia. Os militares dos EUA confirmaram que a aeronave é usada pelos fuzileiros navais para fins de treinamento.


Sputnik

Em fevereiro deste ano, uma esquadrilha de caças furtivos Chengdu J-20 entrou em serviço na Força Aérea chinesa, enquanto relatórios indicam que a aeronave e seu motor entrarão em produção em série até o final do ano.


J-20 em base aére norte-americana | Reprodução Twitter

O elogiado J-20 da China tem sido visto como a entrada de Pequim no mundo de desenvolvimento e produção de aeronaves de alta tecnologia, juntando-se ao F-35 dos EUA e ao Su-57 da Rússia, que são praticamente os únicos caças de quinta geração do planeta. Os militares dos EUA estão convencidos de que o J-20 representará uma ameaça substancial.

Uma foto obtida pelo The Aviationist mostrou o que parece ser uma aeronave J-20 em tamanho real estacionada no aeroporto norte-americano em 5 de dezembro. No domingo (9), um oficial militar confirmou as suspeitas.

"É uma réplica em grande escala e permaneceu no Air Dominance Center [base militar] por um curto período durante a semana de 4 a 6 de dezembro. O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA está financiando e orientando os objetivos de treinamento deste dispositivo", disse o coronel Emmanuel Haldopoulos, comandante da Força Aérea no Savannah Air Dominance Center, em comentários ao The Aviationist.

Segundo o observador da defesa chinesa Andreas Rupprecht, que escreveu vários livros oficiais sobre o poder aéreo da China, há uma série de diferenças entre esta réplica e o verdadeiro J-20. Primeiro, as superfícies de controle da aeronave avistada não se moviam em posição estacionada e estática, salientou. Depois, os trens de pouso são diferentes. Além disso, o bocal do motor no modelo estava incorreto. Esses pontos reforçam a evidência de que o avião é uma imitação e não um autêntico Chengdu J-20.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas