Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Síria autoriza Iraque a conduzir bombardeios contra terroristas do Daesh

Militares iraquianos realizaram dois ataques aéreos neste mês contra o Daesh no território da Síria, deixando dezenas de terroristas mortos. Eles supostamente usaram inteligência de Damasco para localizar as posições dos terroristas.


Sputnik

O presidente sírio, Bashar Assad, concedeu aos jatos iraquianos uma permissão geral para realizar ataques aéreos contra as posições do Daesh (grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico, proibido na Rússia) na Síria, disse uma fonte anônima iraquiana ao RT árabe. Segundo ele, Bagdá agora só precisa enviar um aviso ao governo sírio antes do ataque, mas não precisa esperar por um sinal verde sobre se o alvo em questão pertence à organização terrorista.


Um jato iraquiano modelo Sukhoi Su-25
Sukhoi Su-25 iraquiano © AFP 2018 / AHMAD AL-RUBAYE

A Força Aérea Iraquiana realiza ataques aéreos no território sírio desde 2016, com os mais recentes ocorrendo em 12 de dezembro.

Aviões iraquianos atacaram uma reunião de combatentes do Daesh em al-Susah, no leste da Síria, e seu esconderijo na mesma cidade. Cerca de 44 militantes do Daesh foram mortos como resultado. As forças iraquianas notaram em várias ocasiões que a troca de informações entre o Iraque, o Irã, Moscou e a Síria os ajudou a localizar alvos para seus ataques aéreos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas