Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

The National Interest indica corveta russa como navio do futuro

A nova corveta russa Gromky do projeto 20380 é um navio de guerra mortífero que representa o futuro da Marinha da Rússia, informa a revista The National Interest.


Sputnik

Nos últimos meses, o navio passou por uma série de testes, o que significa que a Marinha o está preparando para prontidão de combate até 2019, escreve o autor do artigo, Mark Episkopos.


Corveta Gromky da Frota do Pacífico, Rússia, 25 de dezembro de 2018
Corveta russa Gromky © Sputnik / Vitaly Ankov

A edição norte-americana acredita que, depois do colapso da União Soviética, a Frota do Pacífico foi particularmente afetada. No entanto, o comissionamento da Gromky reflete os esforços da Rússia para "fortalecer a presença naval na Ásia Oriental".

Além disso, Episkopos observa os méritos do armamento da corveta, especialmente os mísseis antinavio X-35 Uran e o helicóptero antinavio Ka-27.

Anteriormente, o contra-almirante Igor Korolev, vice-comandante da Frota do Pacífico, classificou a corveta como o navio mais econômico de toda a história da Marinha da Rússia, capaz de navegar em quaisquer zonas oceânicas, inclusive até à costa da Austrália.

A corveta Gromky entrou em serviço da Frota do Pacífico em 25 de dezembro. É o segundo navio do projeto 20380. Tem um comprimento de 104,5 metros, largura de 13 metros e deslocamento de 2,2 mil toneladas com a velocidade máxima de até 27 nós.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas