Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Turquia detém quatro supostos integrantes do Estado Islâmico

Prisões foram realizadas horas antes das celebrações de Ano Novo em todo o país.


EFE

A polícia da Turquia deteve nesta segunda-feira (31) quatro suspeitos de pertencer ao grupo terrorista Estado Islâmico (EI), horas antes das celebrações de Ano Novo em todo o país.

Resultado de imagem para kocaeli turkey
Província de Kocaeli, Turquia | Reprodução

As detenções ocorreram em diferentes domicílios na província de Kocaeli, situada no noroeste do país, informou a agência semipública "Anadolu".

Três detidos são de nacionalidade síria e o quarto é cidadão turco.

Durante a batida, foram confiscados também vários documentos da organização e aparatos digitais.

Muitos cidadãos de países europeus utilizam a Turquia como país de passagem para chegar à Síria e combater nas fileiras da organização jihadista, mas também há estrangeiros que cometem atentados em solo turco.

Em 2018, 3.038 supostos membros da organização foram detidos na Turquia, informou o Ministério do Interior em comunicado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas