Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Brasil: aeronaves AH-11B chegam ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque

Em 22 de janeiro, os dois primeiros helicópteros Super Lynx modernizados chegaram às dependências do 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, onde receberam a denominação de AH-11B.


DefesaNet

A chegada das aeronaves ocorreu dois anos e sete meses após o primeiro helicóptero AH-11A deixar o Complexo Aeronaval de São Pedro da Aldeia rumo à sede da empresa Leonardo Marconi Westland (LMW) em Yeovil, Reino Unido, para o início do processo de modernização.

Chegada dos helicópteros Super Lynx modernizados no Esquadrão HA-1 Foto - CCSM

Fruto de contrato celebrado entre a União Federal, representada pela Diretoria de Aeronáutica da Marinha, e a LMW, os helicópteros receberam novos motores LHTEC CTS800-4N, em substituição aos Rolls-Royce Gem 42 Mk. 1017.

As aeronaves também estão compatibilizadas com o uso de Óculos de Visão Noturna (OVN) e foram contempladas com a inclusão de um Processador Tático, de três novos displays que comporão o Painel Digital, e com diversos equipamentos que serão essenciais para o aprimoramento de sua performance.

Os AH-11B serão peça fundamental para a ampliação da capacidade da Esquadra, otimizando as operações de esclarecimento, de interdição marítima, ações contra ameaças de superfície e de submarinos, assim como, as operações de socorro e ações humanitárias, ao longo da “Amazônia Azul”.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas