Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Canadá e China tentam normalizar relações e negociam libertação de canadenses presos

Uma delegação composta por políticos canadenses discutiu com autoridades chinesas a libertação de Michael Kovrig e Michael Spavor, cidadãos canadenses detidos na China, informou a CBC nesta segunda-feira.


Sputnik

"A essência da mensagem é que o ramo executivo do Canadá pediu a sua libertação imediata", disse o legislador canadense Joseph Day, que liderou a delegação, à emissora CBC.


Algemas
CC0

As relações entre o Canadá e a China se agravaram após a prisão em Vancouver de Meng Wanzhou, CFO da gigante chinesa de tecnologia Huawei, a pedido das autoridades norte-americanas por suspeita de violar as sanções impostas pelo Irã. A medida foi interpretada por Pequim como injusta. Autoridades diplomáticas pediram a Ottawa a libertação imediata da executiva (ela mais tarde teve o pedido de prisão domiciliar concedido após pagamento de fiança milionária).

No último dia 10 de dezembro, as autoridades chinesas detiveram o ex-diplomata Kovrig e o empresário Spavor, acusados de ameaçar a segurança nacional.

Comentários

Postagens mais visitadas