Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Canadá e China tentam normalizar relações e negociam libertação de canadenses presos

Uma delegação composta por políticos canadenses discutiu com autoridades chinesas a libertação de Michael Kovrig e Michael Spavor, cidadãos canadenses detidos na China, informou a CBC nesta segunda-feira.


Sputnik

"A essência da mensagem é que o ramo executivo do Canadá pediu a sua libertação imediata", disse o legislador canadense Joseph Day, que liderou a delegação, à emissora CBC.


Algemas
CC0

As relações entre o Canadá e a China se agravaram após a prisão em Vancouver de Meng Wanzhou, CFO da gigante chinesa de tecnologia Huawei, a pedido das autoridades norte-americanas por suspeita de violar as sanções impostas pelo Irã. A medida foi interpretada por Pequim como injusta. Autoridades diplomáticas pediram a Ottawa a libertação imediata da executiva (ela mais tarde teve o pedido de prisão domiciliar concedido após pagamento de fiança milionária).

No último dia 10 de dezembro, as autoridades chinesas detiveram o ex-diplomata Kovrig e o empresário Spavor, acusados de ameaçar a segurança nacional.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas