Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Catador de recicláveis encontra granada de fuzil em terreno de Mineiros do Tietê

Grupo Especial da Polícia Civil foi acionado para avaliar o material que seria artefato de guerra.


Por G1 Bauru e Marília

Uma granada de fuzil foi encontrada por um catador de recicláveis em um terreno onde há um lixão, na manhã desta quinta-feira (3), em Mineiros do Tietê.

GER irá analisar o objeto que foi apreendido em Mineiros do Tietê  — Foto: Polícia Civil / Divulgação
GER irá analisar o objeto que foi apreendido em Mineiros do Tietê — Foto: Polícia Civil / Divulgação

Segundo a polícia, o homem estranhou o objeto e o levou para casa. Lá, pesquisou na internet e descobriu que se tratava de um de um artefato utilizado em guerras. Depois disso, ele procurou a delegacia para entregar o objeto.

A Polícia Civil apreendeu a granada e acionou o Grupo Especial de Reação (GER), uma equipe especializada da Polícia Civil, que vai fazer a avaliação do explosivo e levá-lo à capital.

Caso seja necessário, será feita a detonação em centro de treinamento em São Paulo.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas