Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Como governo Trump esvaziou resolução da ONU contra estupro em guerras

A oposição do presidente americano, Donald Trump, à legalização do aborto levou ao esvaziamento de uma resolução das Nações Unidas contra o uso de violência sexual como arma de guerra.
BBC News Brasil

Os Estados Unidos retiraram todas as referências a "saúde sexual e reprodutiva" do texto, o que, na prática, reduz o peso da resolução. O documento havia sido submetido pela Alemanha ao Conselho de Segurança da ONU. Estados Unidos, China e Rússia ameaçaram vetá-lo, se fosse mantida a redação original.

O governo Trump se opôs às menções à "saúde sexual e reprodutiva" das mulheres, com o argumento de que esse termo indica apoio ao aborto. Uma versão da resolução que exclui essa frase foi aprovada por 13 votos a 0, com abstenções de Rússia e China.

O embaixador da França nas Nações Unidas, François Delattre, criticou a exclusão do trecho, dizendo que a decisão afeta a dignidade das mulheres.

"É intolerável e incompreensível que o Conselho de Segurança da ONU seja incapaz…

Chancelaria do Irã convoca embaixador holandês após ataque a embaixada em Haia

No último dia 9, o grupo separatista "Movimento Democrático Árabe Patriota em Ahwaz" atacou a embaixada iraniana em Haia. De acordo com um vídeo postado nas redes sociais, os atacantes jogaram vários itens na embaixada, enquanto seguravam a bandeira do grupo nas mãos.


Sputnik

"Na segunda-feira, o embaixador da Holanda foi convocado pelo chefe do Departamento Europeu no Ministério de Relações Exteriores do Irã. Ele foi fortemente advertido", disse a chancelaria iraniana em um comunicado divulgado hoje.


Ministério das Relações Exteriores do Irã
Ministério das Relações Exteriores do Irã © Sputnik / Andrey Stenin

O Ministério destacou para o embaixador a falta de precauções policiais usadas para prevenir este incidente e outras similares que foram cometidas no passado. Também exigiu que as autoridades holandesas garantam a segurança da missão diplomática iraniana e diplomatas iranianos em Haia e previnam ataques semelhantes no futuro, segundo a declaração.


Autoridades holandesas não se pronunciaram sobre a convocação do embaixador.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas