Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

'Cisne branco' no Ártico: Tu-160 realiza voo sobre Extremo Norte russo (VÍDEO)

Bombardeiros estratégicos russos Tu-160, também conhecidos como "cisnes brancos", sobrevoaram o oceano Ártico e os mares de Barents, de Kara e de Laptev por mais de 15 horas.


Sputnik

A gravação, que dura cerca de um minuto, mostra como os aviões cruzam o espetacular céu do Extremo Norte da Rússia.


Um bombardeiro estratégico Tu-160 da Força Aeroespacial russa
Tupolev Tu-160 © Sputnik / Vladimir Sergeev

"Mais uma vez, eles [os Tu-160] demonstraram capacidade de funcionar em qualquer área, em quaisquer condições climáticas", declarou o tenente-general Sergei Kobylash.

O bombardeiro estratégico russo Tu-160 é considerado o maior e mais poderoso avião supersônico na história da aviação militar, bem como a aeronave militar mais pesada. O Tu-160 está em serviço desde 1987 e foi usado pela primeira vez em condições de combate na Síria em 2015.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas