Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Curdos prometem se submeter a Damasco em troca da autonomia

O líder das Unidades de Proteção Popular curdas (YPG) na Síria, Sipan Hemo, ofereceu entregar o controle das terras controladas pelos curdos ao governo sírio em troca da autonomia curda, informou a imprensa neste sábado.


Sputnik

O comandante da milícia curda desembarcou na base russa de Hmeimim no oeste da Síria, dias após o presidente dos Estados Unidos ter anunciado a retirada das tropas do país, informou Asharq al-Awsat.


Membros das Unidades de Proteção do Povo do Curdistão (YPG) monitoram as posições do grupo do Estado Islâmico (Daesh) na cidade síria de Ras al-Ain, perto da fronteira turca em 13 de março de 2015
Curdos do YPG © AFP 2018 / DELIL SOULEIMAN

Hemo então viajou para Damasco para dizer às autoridades sírias que as YPG estariam prontas para abandonar o controle da fronteira sírio-turca. Em seguida, o militar viajou para Moscou, em 29 de dezembro.

Na Rússia, o líder curdo pediu por garantias e sugeriu que Moscou retomasse a discussão de uma proposta de constituição para a Síria, que garantiria o direito de autodeterminação dos curdos.

Logo antes dessa viagem, a cidade de Manbij foi entregue por curdos ao exército sírio, em 28 de dezembro. O evento foi confirmado pelo governo sírio e pelas forças curdas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas