Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Defesa antiaérea da Síria destrói mais de 30 mísseis israelenses

O ataque aéreo de Israel de hoje, segunda feira (20), contra o território sírio deixou quatro mortos e seis feridos entre militares sírios, informou o Centro Nacional Russo de Controle da Defesa.


Sputnik

O centro informou que, durante o ataque, as unidades da defesa antiaérea síria destruíram mais de 30 mísseis de cruzeiro e bombas guiadas.


Um suposto míssil lançado por Israel contra o território sírio na noite de 20 de janeiro
© REUTERS / Facebook Diary of a Mortar Shell in Damascus/Youmiyat Qadifat Hawun fi Damashq

Segundo o centro, a Força Aérea de Israel realizou três ataques ao território sírio – do oeste, sul e sudoeste. O ataque causou quatro mortos e seis feridos entre militares sírios.

"Morreram quatro militares sírios, seis ficaram feridos. No ataque foi parcialmente danificada a infraestrutura do Aeroporto Internacional de Damasco", lê-se no comunicado do Centro Nacional Russo de Controle da Defesa.

Na noite de segunda-feira (20), as Forças de Defesa de Israel (IDF) realizaram um ataque contra baterias de defesa antiaérea síria.

Israel afirmou ter atacado alvos militares pertencentes à milícia Al-Quds do Irã no território sírio. "Começamos a atacar alvos da Al-Quds do Irã no território sírio. Advertimos as Forças Armadas sírias para não tentarem causar danos às forças ou ao território de Israel", lê-se no comunicado das IDF.

Mais tarde, os militares israelenses publicaram uma declaração onde revelaram que o ataque contra os alvos da Al-Quds foi feito em resposta ao lançamento de ontem de um míssil pelas forças iranianas do território sírio contra o norte das Colinas de Golã.

Em 20 de janeiro, as forças da defesa antiaérea síria repeliram outro ataque aéreo israelense contra o sul do país. "Nossa defesa antiaérea repeliu um ataque aéreo israelense na região sul. Todos os mísseis foram interceptados, nenhum deles atingiu o alvo", declarou à televisão estatal da Síria uma fonte militar síria.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas