Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Destróier dos EUA passa perto de ilhas disputadas no mar do Sul da China

O navio de guerra da Marinha dos EUA mais uma vez navegou nas proximidades das ilhas Paracel, que são disputadas no mar do Sul da China, comunicou a mídia estadunidense.


Sputnik

Segundo informou o porta-voz da Frota do Pacífico dos EUA, Rachel McMarr, citado pelo Wall Street Journal, a operação americana não é contra qualquer país nem ao menos tem um pretexto político.


Destróier norte-americano USS McCampbell
USS McCampbell | CC BY-SA 2.0 / Naval Surface Warriors / 170310-N-DZ075-0027

De acordo com McMarr, o destróier de mísseis McCampbell passou a 12 milhas náuticas (cerca de 22 quilômetros) das ilhas disputadas em "operação para garantir a liberdade de navegação" e em resposta às "exigências marítimas" excessivas de Pequim.

Anteriormente, a China apelou para que os Estados Unidos parem de enviar navios e aviões a ilhas disputadas, que são consideradas por Pequim como parte de seu território.

As ilhas Spratly e as ilhas Paracel estão entre os territórios mais disputados. Pequim, Taiwan, Vietnã, Malásia e Filipinas reivindicaram partes das Spratly, enquanto Pequim, Taiwan e Vietnã disputam a soberania sobre as Paracel. A China exerce controle de fato sobre as Paracel desde 1974.

Os EUA há muito que se mostram alarmados com a construção de postos avançados e instalações militares chinesas em ilhas artificiais no mar do Sul da China, mas as ações costumam se restringir a denúncias internacionais e advertências verbais. Entretanto, os navios da Marinha dos EUA realizam operações de "liberdade de navegação" nessas áreas, e os bombardeiros da Força Aérea dos EUA por vezes realizam voos sobre o mar do Sul da China.

Comentários

Postagens mais visitadas