Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Divulgada FOTO da nova peça de artilharia autopropulsada russa Lotos

A empresa russa de produção de armamento Instituto Central de Investigação Científica de Engenharia de Precisão (TSNIITOCHMASH, na sigla russa) mostrou pela primeira vez a aparência exterior da peça de artilharia autopropulsada russa Lotos (Nelumbo, em russo) no seu calendário para 2019.


Sputnik

Em outubro, o diretor-geral da empresa, Albert Bakov, comunicou à Sputnik que o TSNIITOCHMASH começou a criação do protótipo de testes do veículo Lotos, que deve substituir os sistemas de artilharia autopropulsados Nona-S das Tropas Aerotransportadas da Rússia.

Uma página do calendário da empresa russa TSNIITOCHMASH mostrando a peça de artilharia autopropulsada russa Lotos
Uma página do calendário da empresa russa TSNIITOCHMASH mostrando a peça de artilharia autopropulsada russa Lotos © FOTO: FACEBOOK/TSNIITOCHMASH

"Para criar qualquer material militar, especialmente de artilharia, é necessário ter inspiração. Por trás das exigências rigorosas do caderno de encargos deve haver sempre algo mais. Cada desenvolvedor e engenheiro vê com antecedência o aspeto da sua obra. Para nós foi a planta nelumbo que se tornou uma espécie de inspiração", explicou o desenvolvedor principal da arma, engenheiro Dmitry Melikhov, cujas palavras estão inscritas na página do calendário, publicado no Instagram.

Melikhov afirmou que o nelumbo é uma combinação de beleza, graça e invencibilidade, visto que parece frágil, mas cresce em condições difíceis. O Lotos russo tem caraterísticas balísticas muito altas e munições eficazes e foi construído pelo princípio da "proporção áurea", comentou o engenheiro, acrescentando que apesar do seu poderio o Lotos também agrada ao olhar.

A assessoria de imprensa da empresa esclareceu que os trabalhos para criação do Lotos estão sendo efetuados para aumentar as capacidades de fogo e de manobra das Tropas Aerotransportadas da Rússia.

Agora o Instituto está montando e afinando o protótipo de testes do Lotos com aplicação de uma série de soluções extraordinárias que permitem aumentar a ergonomia e as capacidades de sobrevivência, combate e marcha do veículo.

No entanto, a assessoria de imprensa da empresa não detalhou as caraterísticas concretas do Lotos, que permanecem classificadas até o início dos testes.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas