Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA: sanções contra Venezuela servem como 'alerta para atores externos, incluindo Rússia'

Na última terça-feira (17), o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, culpou a Rússia e a Venezuela pela crise de refugiados observada no país latino-americano.
Sputnik

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton, anunciou nesta quarta-feira (17) que os EUA estão impondo uma nova rodada de sanções contra a Venezuela, acrescentando o banco central do país à lista de restrições. 

Segundo o conselheiro de Segurança Nacional, as sanções recém-aplicadas deveriam se tornar um alerta para "todos os atores externos, inclusive a Rússia".

Desde o início da crise política na Venezuela no início deste ano, os EUA impuseram várias rodadas de sanções, visando os setores petrolífero e bancário do país, bem como indivíduos ligados às autoridades do país.

A Venezuela está sofrendo grave crise política desde janeiro. Junto com outros países ocidentais, os EUA apoiam Juan Guaidó, que se proclamou presidente interino da Venezuela. Ao mesmo tempo, Rússia, China e Turquia, entre outros…

EUA apresentam proposta de venda de sistemas de mísseis Patriot na Turquia

A delegação dos EUA apresentou em Ancara uma proposta de venda dos sistemas de defesa antiaérea Patriot, informou a mídia turca.


Sputnik

Segundo a agência Anadolu, a delegação dos EUA realizou em Ancara encontros com representantes do Ministério da Indústria de Defesa, Ministério das Relações Exteriores e Ministério da Defesa.


Uma bateria do sistema de defesa aérea dos EUA Patriot (foto de arquivo)
Militar dos EUA guarnece sistema Patriot © Sputnik / Igor Zarembo

A proposta inclui quatro radares AN/MPQ-65, 4 centros de controle de combate, 10 conjuntos de antenas, 20 lançadores de mísseis M903 e outros equipamentos.

Anteriormente, o Pentágono informou que o Departamento de Estado dos EUA havia aprovado um possível acordo com a Turquia para o fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea Patriot no valor de 3,5 bilhões de dólares (R$ 13,2).

O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, declarou que a possível venda dos sistemas de defesa antiaérea estadunidenses à Turquia e o fornecimento dos sistemas de mísseis russos S-400 a esse país são eventos separados e que o contrato entre Ancara e Moscou vai ser executado.

O contrato de concessão de crédito para o fornecimento dos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 à Turquia foi assinado em dezembro de 2017 em Ancara. Como afirmou o chefe da estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, trata-se do fornecimento de quatro divisões de S-400 no valor de 2,5 bilhões de dólares (R$ 9,4 bilhões).

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas