Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que novas sanções dos EUA sobre Irã miram líder supremo

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos estão impondo novas sanções sobre o Irã, em meio a uma escalada nas tensões entre os dois países.
Por Steve Holland | Reuters 
WASHINGTON: Trump disse a repórteres que as sanções, que têm como alvo o líder supremo iraniano, aiatolá Ali Khamenei, são em resposta à derrubada de um drone norte-americano na semana passada.

EUA exigem retorno do americano suspeito de espionagem na Rússia

O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) deteve o norte-americano Paul Whelan por suspeita de espionagem em 31 de dezembro do ano passado e abriu um processo criminal contra ele.


Sputnik

O secretário de Estado Mike Pompeo declarou que os Estados Unidos exigem o retorno imediato de seu cidadão e pedem uma explicação do motivo da sua detenção.


Resultado de imagem para Paul Whelan
Paul Whelan | Reprodução

Ele acrescentou que Washington espera entrar em contato com Paul Whelan nas próximas horas por meio do acesso consular.

Informando sobre a prisão do cidadão norte-americano, o FSB anunciou que contra ele foi aberto um processo criminal por "espionagem", o que prevê uma pena de prisão por um período de 10 a 20 anos.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores da Rússia, a embaixada dos EUA foi notificada sobre a detenção de seu cidadão conforme a convenção consular, o que também foi confirmado pela porta-voz do Departamento de Estado dos EUA.

O irmão gêmeo de Paul, David Whelan, afirmou que ele não é culpado e que viajou para Moscou para participar de uma cerimônia de casamento, relatou a CNN.

David acrescentou que Paul é um fuzileiro naval aposentado que serviu em várias operações no Iraque.

No entanto, o jornal Washington Post reportou que Paul Whelan foi demitido do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA em 2008 por comportamento inadequado.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas