Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Exército alemão estaria completamente preparado para combate dentro de 12 anos

Pelo menos nove brigadas das Forças Armadas do país, conhecidas como Bundeswehr, não têm os equipamentos e armas necessários, indicou o inspetor-geral militar alemão, acrescentando que elas devem estar "totalmente equipadas" dentro de 12 anos, até 2031.


Sputnik

Segundo sublinhou Eberhard Zorn, inspetor-geral militar da Alemanha, citado pela mídia local, o país será capaz de manter seu status como uma das principais forças militares da OTAN durante todos esses anos através da redistribuição dos equipamentos existentes entre suas unidades.


Tanque alemão Leopard (arquivo)
Tanque alemão Leopard | CC BY 2.0 / FaceMePLS

O inspetor militar também espera que a Bundeswehr "progrida" em termos de equipamentos e pessoal até meados de 2019.

"Minha preocupação continua sendo a questão dos pacotes de peças de reposição, mas aqui tudo está pronto, então desde meados do ano espero que também façamos progressos nesse campo. Graças ao equipamento no orçamento de Defesa, a Bundeswehr também poderá lançar novos projetos em grande escala."

Nos últimos anos as Forças Armadas alemãs têm sido fonte constante de notícias sobre aeronaves que não voam, tanques que avariam e navios que não são adequados para operações marítimas. Nessa conexão, o exército alemão tenta lidar com uma série de problemas que há muito afetam seu material militar.

Assim, um relatório do Ministério Federal da Defesa, publicado em fevereiro do ano passado, afirma que a maior parte do novo equipamento militar entregue às tropas em 2017 não era adequado para o serviço. Segundo o relatório, dos 97 principais equipamentos entregues, apenas 38 estavam prontos para combate.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas