Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Os mísseis russos que se tornaram alvo de disputa entre EUA e Turquia

A Turquia, dona do segundo maior Exército entre os 29 países que compõem a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), está prestes a adquirir mísseis antiaéreos S-400.
BBC News Brasil

Os S-400 são os mísseis "terra-ar" mais avançados do mundo e se tornaram motivo de uma disputa entre Turquia e Estados Unidos que pode ameaçar a aliança militar das potências ocidentais.

Isso porque os S-400 são fabricados na Rússia, o principal rival da organização fundada em 1949 justamente para se opor à então União Soviética.

A insistência da Turquia em adquirir os mísseis russos irritou os Estados Unidos, que encaram a decisão como uma potencial ameaça para seus aviões de combate F-35, também em vias de serem comprados pelos turcos.
Troca de farpas

"Não ficaremos de braços cruzados enquanto os aliados da Otan compram armas dos nossos adversários", advertiu o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, durante um encontro organizado há poucos dias em Washington para celebrar o aniversár…

Exército israelense declara ter interceptado míssil lançado da Síria

Os militares israelenses interceptaram um míssil lançado contra a parte das Colinas de Golã controlada por Israel, na fronteira com a Síria, informou o serviço de imprensa do exército israelense.


Sputnik

"Ainda há pouco, um míssil lançado contra a parte norte das Colinas de Golã foi interceptado pelo sistema de defesa antiaérea Cúpula de Ferro", lê-se no comunicado.


Um foguete foi disparado no norte das Colinas de Golan e foi interceptado pelo Sistema de Defesa Aérea do Iron Dome | Israel Defense Forces

O comunicado foi publicado logo após a Síria ter anunciado a intercepção de um ataque aéreo de Israel contra o sul do país.

Anteriormente, a televisão estatal síria informou que os sistemas de defesa antiaérea da Síria repeliram um ataque de Israel contra o sul do país.

Israel ocupou as Colinas de Golã durante a Guerra dos Seis Dias com a Síria em 1967 e anexou o território em 1981.

Desde então, a soberania sobre a área tem sido o principal tema nas discussões sobre os direitos territoriais de Israel na região. Antes da guerra, a área pertencia à Síria e hoje a ONU a considera "território ocupado", enquanto Israel a define como "território disputado".

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas