Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Explosão de bomba no norte do Iraque mata três policiais e um civil

Pelo menos quatro pessoas, entre elas três policiais, morreram neste domingo e dez ficaram feridas em um duplo atentado em uma mesma zona situada na província de Saladino, no norte do Iraque, informaram fontes de segurança.


EFE

Bagdá - "Dois atentados terroristas separados na província de Saladino com artefatos explosivos na intersecção entre Al Shirqat e a cidade de Al Masaihli causaram a morte de quatro e deixaram outros dez feridos, entre eles pertencentes aos serviços de segurança", indicou o porta-voz do Comando de Operações Conjuntas iraquianas, Yehia Rasul, na conta oficial do Twitter.


Resultado de imagem para Saladino iraque
Província de Saladino, Iraque

Por sua vez, Saad Abdelmajid, comandante da polícia de Tikrit, capital da região, afirmou à Efe que um civil e uma policial iraquiana morreram e outros dois agentes de segurança ficaram feridos pela segunda explosão de uma bomba colocada no lateral de uma estrada na zona de Al Shirqat, 110 quilômetros de Tikrit.

A fonte garantiu que esta força policial "iria dar ajuda às vítimas da explosão de uma bomba que ocorreu na mesma região horas antes".

Até o momento, nenhum grupo extremista assumiu a autoria do duplo atentado.

Em outubro, três pessoas, entre elas um agente de segurança, morreram na mesma estrada de Al Shirkat pela explosão de uma bomba.

Em Saladino são registrados com frequência ataques e explosões, que as autoridades costumam atribuir a células e combatentes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) que ainda permanecem na região.

O EI ainda mantém células operativas em várias províncias do Iraque e cometeu atentados esporádicos nos últimos meses, principalmente contra as forças de segurança, mas também contra alvos civis.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas