Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA e Rússia revivem a Guerra Fria no Oriente Médio com duas cúpulas

Reuniões paralelas, na Polônia e na Rússia, representaram a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito entre Israel e a Palestina
Juan Carlos Sanz e María R. Sahuquillo | El País
Sochi / Jerusalém - Em 1991, a Conferência de Madri estabeleceu um modelo para o diálogo multilateral no Oriente Médio após o fim da Guerra Fria, que havia colocado Washington contra Moscou na disputa pela hegemonia em uma região estratégica. Transcorridos mais de 27 anos, dois conclaves paralelos representaram nesta quinta-feira em Varsóvia (Polônia) e Sochi (Rússia) a revitalização do rompimento entre as potências sobre o Irã, a guerra na Síria e o conflito israelo-palestino. Os Estados Unidos e a Rússia, copresidentes em Madri em 1991, já não atuam mais como mediadores para aliviar as tensões e, mais uma vez, assumem um lado entre as partes conflitantes.

No fórum da capital polonesa, a diplomacia dos EUA chegou a um impasse ao reunir mais de 60 países em uma reu…

Força Aérea Brasileira contrata Leonardo para suporte logístico aos jatos AMX

O Comando Geral de Apoio da Força Aérea Brasileira (COMGAP) confirmou a Leonardo como fornecedor de serviços de apoio logístico de longo prazo para a frota de aeronaves AMX da Força Aérea Brasileira (FAB).


Poder Aéreo

ROMA — O acordo foi assinado no âmbito do programa da Força Aérea Brasileira para fornecer plena capacidade operacional para a frota AMX nos próximos cinco anos.

Dois A-1B com a primeira e segunda camuflagem adotada pela FAB

O contrato de 58 meses inclui uma gama de serviços, como reparo e revisão de componentes, suporte logístico para gerenciamento de peças sobressalentes, gerenciamento de obsolescência de aeronaves, bem como suporte técnico e de engenharia para a Força Aérea. Todas as atividades serão coordenadas pelo Centro Logístico da Força Aérea Brasileira (CELOG) em colaboração com a Leonardo.

Luiz Amedeo Iozzi da Silva, diretor do Centro de Logística da Força Aérea Brasileira, disse: “Graças ao apoio da Leonardo, a FAB garantiu a capacidade operacional contínua da frota AMX. Estamos convencidos de que a colaboração contínua com a Leonardo aumentará ainda mais a eficiência operacional da frota. Estamos cooperando com a Leonardo desde 2012 e estamos ansiosos para prosseguir até o final do ciclo de vida operacional do tipo. Sem o apoio logístico da Leonardo, tal programa de manutenção seria impossível e, com este acordo, a FAB poderá obter maiores economias para o suporte logístico AMX e reduzir os custos de gerenciamento”.

Placido De Maio, diretor de vendas para a América Latina da Leonardo disse: “Nossa empresa vem contribuindo com o apoio logístico de aeronaves AMX brasileiras e italianas há anos. Estamos orgulhosos que a Força Aérea Brasileira tenha renovado sua confiança em nós. Graças a este acordo, a FAB poderá continuar operando sua frota com alta eficiência ”.

O AMX é um avião de apoio aéreo aproximado desenvolvido nos anos 80 pela então Aeritalia (46,5%) e Aermacchi (23,8%) com a Embraer do Brasil (29,7%). A aeronave AMX entrou em serviço na Itália e no Brasil no final dos anos 80.

FONTE: Leonardo

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas