Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Forças Armadas da Venezuela irão defender a Constituição, diz ministro da Defesa

O ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino, disse nesta quarta-feira (23) que os militares do país continuarão a defender a Constituição venezuelana e a soberania nacional e que não aceitarão um "presidente imposto".


Sputnik

Pedrino usou o Twitter para dizer que os militares não irão aceitar "um presidente imposto nas sombras de interesses escusos nem proclamado à margem da lei".


Situación en Caracas tras el alzamiento militar
© AFP 2018 / Yuri Cortez

Sem citá-lo nominalmente, Pedrino se referiu a Juan Guaidó, opositor do governo Maduro e presidente da Assembleia Nacional que se autodeclamou presidente interino da Venezuela durante um protesto em Caracas.

A partir deste momento, os Estados Unidos, Brasil, Paraguai, Colômbia, Canadá, entre outros países, deram legitimidade a Guaidó. Desde o início da manhã de hoje, Caracas está tomada por protestos.

Maduro fez um pronunciamento duro, cortou relações diplomáticas com os Estados Unidos e acusou os opositores de tentarem dar um golpe de Estado no país.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas