Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Forças da defesa antiaérea da Síria repelem ataque aéreo de Israel

Os sistemas de defesa antiaérea da Síria repeliram um ataque aéreo de Israel, informou a televisão estatal síria.


Sputnik

Em 20 de janeiro, os sistemas de defesa antiaérea da Síria repeliram um ataque aéreo de Israel contra o Aeroporto Internacional de Damasco, interceptando todos os mísseis.


Resultado de imagem para pantsir syria
Pantsir | Reprodução

"Nossa defesa antiaérea repeliu um ataque aéreo israelense na região sul. Todos os mísseis foram interceptados, nenhum deles atingiu o alvo", declarou a fonte.

Segundo o Centro Nacional de Controle da Defesa da Rússia, os sistemas de defesa aérea Pantsir e Buk, operados pela Síria, destruíram sete mísseis israelenses. A infraestrutura do aeroporto não foi danificada. Não há vítimas nem danos, lê-se no comunicado.

"As forças de defesa antiaérea do Exército Árabe Sírio repeliram o ataque aéreo da Força Aérea de Israel contra o Aeroporto Internacional de Damasco", lê-se no comunicado do Centro Nacional de Controle da Defesa da Rússia.

De acordo com o comunicado do centro, o ataque com mísseis foi realizado por quatro aviões F-16 israelenses a partir do mar Mediterrâneo.

O último ataque israelense ocorreu no dia 11 de janeiro, tendo danificado as instalações do Aeroporto Internacional de Damasco, além de diversas aeronaves.

Os aviões israelenses que voavam na região da Galileia, na fronteira com o Líbano, lançaram vários mísseis em direção à capital da Síria. A maioria dos mísseis foi interceptada por meio de mísseis antiaéreos terra-ar.

A chancelaria síria exigiu mais uma vez que a ONU tome medidas para prevenir os repetidos ataques israelenses. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, reconheceu em uma reunião do governo no domingo (13) que a Força Aérea de Israel realizou ataques contra alegados alvos iranianos na Síria e que Israel irá prosseguir esta prática.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas