Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

França faz pedido ao Irã: 'pare todas as atividades com mísseis balísticos'

A França pediu nesta sexta-feira ao Irã que pare imediatamente todas as atividades ligadas a mísseis balísticos que podem transportar armas nucleares, depois que Teerã anunciou que poderia colocar dois satélites em órbita nas próximas semanas.


Sputnik

"A França lembra que o programa de mísseis iranianos não está em conformidade com a Resolução 2231 do Conselho de Segurança da ONU", informou Agnes von der Muhll, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, a repórteres.


Sistema de defesa antiaérea de mísseis do Irã
© AP Photo / Ministério da Defesa do Irã

"[A França] apela ao Irã para que cesse imediatamente todas as atividades relacionadas a mísseis balísticos destinadas a transportar armas nucleares, incluindo testes usando tecnologia de mísseis balísticos", complementou.

Von der Muhll estava respondendo aos comentários do presidente iraniano Hassan Rouhani na quinta-feira, que disse que dois satélites seriam enviados ao espaço usando mísseis feitos pelo Irã.

Nesta semana, o chanceler iraniano Mohammed Javad Zarif garantiu que o Irã não viola a Resolução 2231 do Conselho de Segurança da ONU ao fazer esses lançamentos.

De 2009 a 2015, o Irã conseguiu colocar quatro satélites em órbitas com a ajuda dos portadores Safir e de 2016 a 2017 realizou dois lançamentos experimentais de operadoras Simorgh.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas