Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Frente al-Nusra está prestes a tomar controle sobre estrada Aleppo-Latakia

Os terroristas da organização Tahrir al-Sham (antiga Frente al-Nusra, proibida na Rússia e em vários outros países) estabeleceram controle sobre a cidade de Atarib, na província síria de Aleppo, e sobre a estrada internacional que leva a um posto de fronteira com a Turquia, controlado antigamente pela oposição, comunicou a edição al-Watan.


Sputnik

"A Frente al-Nusra estabeleceu neste domingo (8) o controle total sobre o principal bastião da oposição na parte oeste da província de Aleppo, a cidade de Atarib, situada na estrada que leva ao posto fronteiriço de Bab al-Hama, na fronteira com a Turquia", escreveu a edição, citando fontes próximas da oposicionista Frente Nacional de Libertação. 


Militantes do grupo jihadista conhecido como Frente al-Nusra
Terroristas da Frente al-Nusra © AFP 2018 / Guillaume Briquet

Segundo al-Watan, a Frente al-Nusra bloqueou completamente todas as estradas e passagens que ligam a parte oeste da província de Aleppo com a parte norte, para impedir a deslocação de unidades adicionais da oposição.

De acordo com a edição, os terroristas concentraram suas forças em torno da cidade de Ariha na estrada entre Aleppo e Latakia. O Al-Watan apontou que, caso a cidade seja tomada, os terroristas irão controlar a maior parte da estrada. Além disso, os combatentes cercaram a cidade de Maarrat al-Nu'man, na província de Idlib, controlada pela oposição.

Em resposta às ações dos terroristas, o exército sírio começou a deslocação de suas forças para o norte do país, para as províncias de Idlib, Aleppo e Hama; agora os soldados estão preparados para retaliar os ataques, segundo a edição.

"Forças adicionais do exército sírio, das unidades militares no norte e no centro do país, estão chegando para o norte e noroeste da província de Hama, e sudeste da província de Idlib, enquanto outras colunas militares estão se deslocando para o norte e noroeste da província de Aleppo", comunicou a edição, citando fontes locais.

O Al-Watan comunicou também que o exército sírio reforçou as posições nas cidades de Tell Rifaat e Manbij, na província de Aleppo, bem como bloqueou todas as passagens estreitas que os terroristas usavam para invadir as posições das tropas governamentais.

Comentários

Postagens mais visitadas