Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Hezbollah diz poder retaliar contra Israel em caso de novos ataques aéreos contra Síria

O movimento xiita Hezbollah sediado no Líbano não descartou adotar medidas de retaliação em caso de novo ataque aéreo de Israel contra o território sírio, afirmou o secretário-geral do movimento, Hassan Nasrallah.


Sputnik

O líder do Hezbollah declarou que o movimento, o Irã e a Síria – membros da aliança anti-israelense Eixo da Resistência – poderiam responder à agressão de Tel Aviv, sublinhando que suas capacidades não devem ser subestimadas.


Veículo militar com as bandeiras da Síria e do Hezbollah
Veículo militar com as bandeiras da Síria e do Hezbollah © REUTERS / Omar Sanadiki

"Existe a possibilidade de que tomemos uma decisão sobre várias medidas de resposta à agressão israelense, porque o que aconteceu na última vez [na Síria] foi muito perigoso", disse Nasrallah no sábado (26) à emissora libanesa Al-Mayadeen.

Nos últimos dias Israel realizou três ataques aéreos contra alegados alvos iranianos na Síria. Pelo menos quatro militares sírios foram mortos e outros seis ficaram feridos nos ataques aéreos.

O Hezbollah tem apoiado o governo sírio em sua luta contra grupos terroristas desde 2012 a pedido de Damasco. Nasrallah afirmou repetidamente que as tropas do Hezbollah estão prontas para deixar a Síria imediatamente depois de o governo sírio lhes pedir para fazê-lo.

Comentários

Postagens mais visitadas