Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA podem dobrar contingente militar na América do Sul, diz chefe da inteligência russa

Os EUA podem aumentar seu contingente militar na América Central e do Sul de 20 mil para 40 mil homens, disse o vice-almirante Igor Kostyukov, chefe do Departamento Central de Inteligência (GRU, sigla em russo), do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia.
Sputnik

"Embora na América Latina não haja ameaça militar direta para a segurança dos EUA, Washington tem uma presença militar significativa [na região]. O Comando Conjunto das Forças Armadas dos EUA implantou na América Central e do Sul um contingente de 20 mil militares. No período de ameaças este pode aumentar para 40 mil militares", explicou Kostyukov.


De acordo com ele, os EUA podem provocar uma "revolução colorida" na Nicarágua e Cuba.

"As tecnologias de 'revolução colorida' testadas na Venezuela podem vir a ser usadas em breve na Nicarágua e em Cuba", disse ele.

Segundo Kostyukov, os EUA estão tentando estabelecer o controle total sobre a América Latina.

"A Administração dos EUA considera…

Irã alerta Estados Unidos que reagirá mais duramente aos drones

O Irã alertou este domingo que reagirá mais duramente se houver novas invasões de aviões não-tripulados norte-americanos em seu espaço aéreo, depois de aviões iranianos realizarem disparos de advertência contra um desses drones dos Estados Unidos no dia 1º de novembro.


France Presse


Teerã - "Disparamos. Foi um disparo de advertência. Se voltarem a fazer o mesmo, que se preparem para uma reação ainda mais dura", declarou o general Amir Ali Hadyizadeh, comandante da força aérea e espacial dos Guardas da Revolução, um grupo de elite do Irã.

Resultado de imagem para mq-1 predator
Drone norte-americano MQ-1 Predator

O ministro de Defesa iraniano confirmou na sexta-feira as acusações do Pentágono, segundo as quais dois aviões de combate iranianos abriram fogo contra um avião teleguiado (drone) norte-americano no Golfo Pérsico.

Aviões Su-25 iranianos "Frogfoot" dispararam contra um drone norte-americano MQ-1, mas não acertaram o alvo, denunciou um porta-voz do Pentágono, George Little, insistindo que o aparato norte-americano não tinha invadido o espaço aéreo iraniano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas