Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Irã está pronto para 'eliminar Israel da face da Terra', diz general iraniano

As Forças de Defesa de Israel (FDI) anunciaram que atingiram alegadas instalações militares das forças iranianas no Aeroporto Internacional de Damasco durante um ataque aéreo nesta segunda-feira (21).


Sputnik

Segundo declarou o comandante da Força Aérea do Irã, general de brigada Aziz Nasirzadeh, à agência de notícias MEHR, "a atual e a futura gerações [de pilotos da Força Aérea] está impaciente e pronta para lutar contra Israel e eliminá-lo da face da Terra".


Caça iraniano Qaher F-313
Caça iraniano Qaher F-313 © Foto: Iranian Ministry of Defence

Além disso, o comandante ressaltou que os alunos dos cursos de piloto iranianos estão adquirindo os conhecimentos necessários, preparando-se "para o dia prometido para destruir Israel".

Por sua vez, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, respondeu às declarações afirmando que aqueles que ameaçam destruir Israel sofrerão as devidas consequências.

Ele também adicionou que o recente ataque aéreo atingiu não somente as forças iranianas estacionadas na Síria, como também o contingente da República Árabe que as estão apoiando.

A declaração do comandante da Força Aérea iraniana se seguiu ao recente ataque aéreo realizado pelas forças de Israel na Síria.

O ataque israelense foi repelido pelos sistemas de defesa da Síria, que interceptaram a maioria dos mísseis lançados pelos israelenses.

Recentemente, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu advertiu os iranianos para "saírem rapidamente da Síria", alertado que as forças israelenses realizariam ataques aéreos contra os objetivos militares de Teerã.

Mohammad Ali Jafari, comandante do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, respondeu que, apesar das ameaças, o Irã manteria suas tropas e equipamentos na Síria. Além disso, ele afirmou que se Israel continuar "brincando com a cauda do leão", mísseis iranianos "cairão sobre a [sua] cabeça".

Comentários

Postagens mais visitadas