Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Israel intercepta míssil disparado da Faixa de Gaza

As defesas antiaéreas de Israel interceptaram um míssil disparado da Faixa de Gaza, informou o Exército israelense.


Sputnik

"Um foguete disparado de Gaza na direção de Israel foi identificado e interceptado pelo sistema de defesa aérea Domo de Ferro", informaram as Forças de Defesa de Israel em sua conta no Twitter.


Soldado israelense junto ao sistema de defesa antiaérea Cúpula de Ferro (Iron Dome) perto da cidade de Sderot, Israel
Iron Dome israelense © AP Photo/ Tsafrir Abayov

Meia hora antes do incidente, as Forças de Defesa de Israel informaram que as sirenes de alerta da cidade de Ashkelon e do Conselho Regional de Hof Ashkelon, nas proximidades da fronteira com o enclave palestino, foram ativadas.

Gaza está sob bloqueio israelense-egípcio desde que o Hamas assumiu o poder em 2007.

Em meados de novembro, Israel e os grupos palestinos chegaram a um cessar-fogo por um acordo indireto, mediado principalmente pelo Egito e pela ONU. A trégua colocou fim à pior escalada de violência na região desde a ofensiva israelense em Gaza no ano de 2014.

As Nações Unidas e o Egito iniciaram um processo de mediação entre as partes para assegurar um cessar-fogo depois que militantes de Gaza dispararam 460 foguetes contra o sul de Israel, o qual retaliou com o lançamento de ataques aéreos contra 160 alvos em Gaza.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas