Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

General brasileiro em forças dos EUA atrapalha laços com Moscou e Pequim, diz especialista

A decisão do Brasil de enviar um oficial para integrar as Forças Armadas dos Estados Unidos deve atrapalhar as relações do país com importantes aliados, como China e Rússia. A avaliação é do especialista em Relações Internacionais Paulo Velasco, que conversou nesta segunda-feira com a Sputnik sobre esse polêmico assunto.
Sputnik

Na última semana, se tornou pública no Brasil a notícia de que o país indicará, até o final do ano, um general para assumir um posto no Comando Sul (SouthCom) dos EUA, que cobre América Central, Caribe e América do Sul, provocando controvérsias.


De acordo com o comandante responsável, o almirante Craig Faller, os interesses norte-americanos na região seriam ameaçados por Rússia, China, Irã, Venezuela, Cuba e Nicarágua, países com os quais o Brasil poderá ter relações prejudicadas por conta dessa situação, conforme acredita Velasco, professor adjunto de Política Internacional do Departamento de Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (U…

Israel recebeu sistema de radar passivo Kolchuga-M da Ucrânia

A empresa israelense Airsom Ltd. recebeu o sistema de radar passivo Kolchuga-M, fabricado na Ucrânia, segundo o site da ImportGenius


Forças Terrestres

De acordo com o ImportGenius, site de rastreamento de importação e exportação, Israel recebeu o complexo de radar passivo (ESM) de longo alcance de nova geração, chamado de Kolchuga-M.

Kolchuga-M

O aviso da ImportGenius dizia que em março de 2018, uma subsidiária da empresa estatal “Ukrspetsexport” Enterprise “Ukroboronservis” vendeu para a empresa israelense Airsom Ltd. (POB 32307 Tel-Aviv 6132201, 5 Kineret St. Bnei-Brak) o sistema de radar passivo Kolchuga-M.

O Kolchuga é uma medida passiva de apoio eletrônico (ESM) que permite identificar alvos terrestres e de superfície e rastrear seu movimento em um raio de 600 km e alvos aéreos a 10 km de altitude até 800 km de distância, o que torna um sistema eficaz para a defesa antiaérea.

A estação do Kolchuga está equipada com antenas de cinco metros, decímetros e centímetros, que fornecem alta sensibilidade de rádio dentro de uma faixa de 110 dB/W – 155 dB/W, dependendo da freqüência.

De acordo com o GlobalSecurity.org, o alcance de detecção de 800 km foi alcançado apenas pelo Kolchuga ucraniano. O melhor que o AWACS dos EUA pode fazer é 600 km, enquanto os complexos terrestres Vera (República Tcheca) e Vega (Rússia) podem alcançar até 400 km – metade do que o complexo ucraniano pode alcançar. O limite inferior de frequência de trabalho do Kolchuga é de 130MHz e é o mais baixo de todos os análogos. Para o AWACS é de 2.000 MHz, para o Vera é de 850 MHz, e o Vega é de 200 MHz.

O sistema de radar de monitoramento eletrônico de longo alcance passivo móvel Kolchuga poderá ser usado durante os exercícios da Força Aérea Israelense.

FONTE: Defence blog

Comentários

Postagens mais visitadas