Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Mídia revela segredo principal sobre invulnerabilidade do drone submarino russo Poseidon

O ataque do novo drone submarino russo Poseidon, que já está passando por testes, será impossível de repelir devido às peculiaridades de sua manobrabilidade.


Sputnik

O jornal russo Izvestia enfatiza que a caminho de seu alvo o Poseidon manobrará continuamente. Considerando a velocidade e a profundidade, será impossível para o inimigo repeli-lo.


Imagem do novo drone submarino russo mostrada durante a mensagem anual de Vladimir Putin à Assembleia Federal Rússia
Drone submarino russo Poseidon © Foto : Ministério da Defesa da Rússia

Ao comparar o novo drone com outras amas russas, o jornal indica que o míssil russo hipersônico Avangard também pode mudar sua direção e altitude de voo, tornando sua trajetória imprevisível e praticamente impossível de interceptar.

No entanto, embora o drone subaquático nuclear russo Poseidon seja muito mais lento que o Avangard — sua velocidade máxima será de cerca de 200 quilômetros por hora — ele supera significativamente as capacidades dos modernos submarinos que navegam à velocidade de 60 quilômetros por hora.

A alta velocidade do Poseidon é possível devido a uma cavidade com vapor de água que se forma durante o movimento, o que reduz a resistência da água.

O Poseidon já está passando por seus primeiros testes. É capaz de se mover a uma profundidade de 1.000 metros, ou seja, além do alcance dos sonares a bordo dos navios.

Ele tem um reator nuclear para impulsioná-lo e espera-se que seja equipado com uma ogiva termonuclear de 2 megatons. Está previsto que a Marinha russa o deva receber até ao fim do programa estatal de defesa aprovado para até 2027.

Mais cedo, a mídia ocidental avaliou as possíveis consequências do uso de drone subaquático nuclear russo Poseidon, destacando que suas capacidades de combate causam "preocupações genuínas" aos especialistas americanos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas