Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Militares se apoderam de estação de rádio para declarar golpe de Estado no Gabão

As tropas do Gabão detiveram os militares rebeldes que mais cedo se apoderaram da estação de rádio nacional e anunciaram o início de golpe de Estado, comunicou o ministro da Comunicação do Gabão, Guy-Bertrand Mapangou, que também é porta-voz do governo.


Sputnik

Segundo declarou o porta-voz, citado pela RFI, quatro rebeldes foram presos e um conseguiu fugir. Trata-se de um grupo de "brincalhões" desconhecidos do Comando do exército nacional, de acordo com a autoridade.


Militares anunciaram golpe de estado no Gabão nesta segunda-feira (7)  — Foto: Reuters
Militares anunciaram golpe de estado no Gabão nesta segunda-feira (7) — Foto: Reuters

Mais cedo, a rádio africana RFI relatou que os militares tomaram controle da Estação de Rádio Nacional em Gabão para declarar a criação do Conselho Nacional de Restauração.

Destaca-se que os militares chegaram à sede da rádio nacional às 4h (à 1h, horário em Brasília) para pronunciamento.

De acordo com o comunicado, militares se decepcionaram com o discurso do presidente Ali Bongo, realizado no dia 31 de dezembro, e se referiram às palavras do presidente como um "espetáculo triste de resistência para se manter no poder".

Além disso, militares anunciaram planos de estabelecer, em breve, o Conselho Nacional de Restauração.

O presidente do Gabão, Ali-Ben Bongo Ondimba, foi hospitalizado em Riad no dia 24 de outubro. Segundo dados da RFI, o político de 59 anos de idade teve um derrame. Agora ele está se recuperando no Marrocos.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas