Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

Netanyahu reconhece que Israel bombardeou alvos na Síria

Israel atacou armazéns de armas iranianos no Aeroporto Internacional de Damasco, na Síria, disse no domingo (13) o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, citado pelo jornal israelense Haaretz.


Sputnik

Benjamin Netanyahu disse que as Força Aérea de Israel tinha como alvo instalações iranianas na Síria. "Os ataques recentes provam que estamos determinados a agir contra o Irã e a Síria", disse ele, citado pelo Haaretz.


Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu (Foto de aquivo)
Benjamin Netanyahu © AP Photo / Sebastian Scheiner

"As Forças de Defesa de Israel atacaram centenas alvos iranianos e do Hezbollah. Só nas últimas 36 horas a Força Aérea de Israel atacou armazéns iranianos cheios de armas iranianas no Aeroporto Internacional de Damasco", afirmou o primeiro-ministro israelense.

Em 12 de janeiro, aviões israelenses realizaram vários ataques com mísseis nos arredores da capital síria. O ataque foi repelido pela defesa antiaérea da Síria e a maioria dos mísseis foi interceptada, enquanto um armazém perto do Aeroporto Internacional de Damasco foi danificado pelos ataques.

Anteriormente, o Ministério das Relações Exteriores da Síria informou que enviou cartas às Nações Unidas após um ataque aéreo israelense perto de Damasco. A chancelaria síria pede que as Nações Unidas tomem medidas para impedir novos ataques israelenses.

Não é a primeira vez que Israel diz que realiza ataques aéreos em território sírio contra alvos iranianos. O Irã tem negado repetidamente a presença de suas tropas na Síria, afirmando que apenas enviou conselheiros militares para ajudarem o governo sírio no combate aos terroristas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas