Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Paraguai anuncia reforço da segurança em cidade na fronteira com o Brasil

A Polícia Nacional do Paraguai anunciou nesta terça-feira um aumento dos controles de segurança na cidade fronteiriça de Pedro Juan Caballero como parte de uma estratégia para erradicar as facções criminosas que operam na região, como o Primeiro Comando Capital (PCC), a maior do Brasil.


EFE

Assunção - O comandante da Polícia Nacional, Walter Vázquez, previu um maior número de apreensões e detenções, ao mesmo tempo que pediu a colaboração dos cidadãos informando sobre a presença de pessoas e de veículos suspeitos.


Agente paraguaio em foto de 2017. EFE/Andrés Cristaldo
Agente paraguaio em foto de 2017. EFE/Andrés Cristaldo

"Estamos trabalhando para reforçar a fronteira. Já temos um plano estabelecido", disse o comando policial, citado na página do Ministério do Interior.

No último fim de semana, duas pessoas foram detidas em um controle policial em Pedro Juan Caballero, no qual foram apreendidos vários fuzis, pistolas e munição no interior de um veículo.

A Polícia suspeita que tal armamento teria como destino alguns dos grupos criminosos que operam na denominada Tríplice Fronteira, entre Paraguai, Brasil e Argentina.

De acordo com fontes policiais, na área de Pedro Juan Caballero há uma guerra entre facções criminosas rivais pelo controle do tráfico de drogas, como o PCC e o Comando Vermelho (CV).

Em novembro do ano passado foi assassinada nessa cidade a advogada argentina Laura Casuso, que defendia o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, de quem se suspeita que comandava de um presídio paraguaio uma rede criminosa nessa cidade, no departamento de Amambaí.

Antes desse assassinato, Pavão foi extraditado ao Brasil, onde cumpre pena de 17 anos de prisão por lavagem de dinheiro, narcotráfico e associação criminosa.

No Paraguai, cumpriu outra pena de oito anos por evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Pedro Juan Caballero está entre as cidades mais violentas da região.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas