Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Porta-aviões chinês poderá contar com catapulta para lançar drones

Segundo uma fonte militar, a Marinha chinesa planeja embarcar drones em seu futuro porta-aviões.


Sputnik

Recentemente, um canal de televisão chinês exibiu um vídeo mostrando o drone Tian Ying decolando e pousando, entretanto, o local e quando isso aconteceu não foram revelados. Na ocasião, foi a primeira aparição do drone propulsado.


Porta-aviões chinês
Porta-aviões chinês © AFP 2018 / STR

O Global Times descreve o drone Tian Ying ou Sky Hawk como um veículo aéreo não tripulado de alta altitude, longo alcance e veloz, capaz de realizar missões de reconhecimento e patrulha em territórios hostis.

Além disso, o veículo operará a partir do futuro porta-aviões da China, que utilizará catapultas eletromagnéticas.

O que também indica a possibilidade da utilização do drone em seu futuro porta-aviões são suas rodas do trem de pouso, típicas para operarem em pousos duros e em superfícies de alto impacto, como a bordo de um porta-aviões.

Para utilizar o drone em seu porta-aviões, a China precisará de um porta-aviões capaz de lançar o drone pelo sistema de catapulta, entretanto, as atuais embarcações chinesas realizam o lançamento através do sistema de rampa.

Porém, vale ressaltar que o terceiro porta-aviões chinês, um Type 002 vessel, está sendo construído e pode possuir uma catapulta, o que permitirá a embarcação de drones. Contudo, o terceiro porta-aviões chinês entraria em serviço em 2020, caso seja equipado com o sistema de catapulta.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas