Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Presidente russo é o 'maior presente' para OTAN, diz ex-diretor da CIA

O ex-diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), David Petraeus, chamou o presidente russo Vladimir Putin do "maior presente" para a OTAN durante a conferência Raisina Dialogue, organizada na Índia pelo centro analítico Observer Research Foundation com o apoio do governo indiano.


Sputnik

Segundo Petraeus, a chegada de Putin ao poder proporcionou à Aliança um "novo motivo para a sua existência". 


Vladimir Putin durante os exercícios militares de grande escala Vostok 2018, 13 de setembro de 2018
Vladimir Putin © Sputnik / Sergei Guneev

O ex-diretor da CIA opinou que Washington pode contestar a "nova ordem geopolítica" inclusive com a ajuda da OTAN. Ele acrescentou que, apesar das críticas em relação à OTAN por parte do presidente Donald Trump, a Casa Branca continua desenvolvendo planos para aumentar a presença do contingente militar na Europa.

Trump apelou repetidamente aos países da OTAN para aumentarem os recursos destinados à defesa. Segundo a decisão tomada durante a cúpula da Aliança em Bucareste em 2014, todos os países membros devem assumir uma parcela dos gastos equivalente a dois por cento do PIB. No entanto, conforme as estimativas da OTAN de 2017, dos 29 países que integram o bloco, apenas 6 conseguiram atingir esse patamar.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas