Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Presidente russo é o 'maior presente' para OTAN, diz ex-diretor da CIA

O ex-diretor da Agência Central de Inteligência (CIA), David Petraeus, chamou o presidente russo Vladimir Putin do "maior presente" para a OTAN durante a conferência Raisina Dialogue, organizada na Índia pelo centro analítico Observer Research Foundation com o apoio do governo indiano.


Sputnik

Segundo Petraeus, a chegada de Putin ao poder proporcionou à Aliança um "novo motivo para a sua existência". 


Vladimir Putin durante os exercícios militares de grande escala Vostok 2018, 13 de setembro de 2018
Vladimir Putin © Sputnik / Sergei Guneev

O ex-diretor da CIA opinou que Washington pode contestar a "nova ordem geopolítica" inclusive com a ajuda da OTAN. Ele acrescentou que, apesar das críticas em relação à OTAN por parte do presidente Donald Trump, a Casa Branca continua desenvolvendo planos para aumentar a presença do contingente militar na Europa.

Trump apelou repetidamente aos países da OTAN para aumentarem os recursos destinados à defesa. Segundo a decisão tomada durante a cúpula da Aliança em Bucareste em 2014, todos os países membros devem assumir uma parcela dos gastos equivalente a dois por cento do PIB. No entanto, conforme as estimativas da OTAN de 2017, dos 29 países que integram o bloco, apenas 6 conseguiram atingir esse patamar.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas