Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Irã ameaça romper limite de reservas de urânio; entenda o que país pode fazer se sair de acordo nuclear

Sem regulação, país pode adotar equipamentos mais modernos e rápidos e ampliar volume de enriquecimento de material que pode ser usado em armas nucleares. Acordo foi firmado em 2015 entre Irã e mais seis países, mas Trump retirou EUA em maio de 2018.
Associated Press

O Irã anunciou que irá exceder o limite de reservas de urânio determinado pelo acordo nuclear de 2015, ampliando as tensões no Oriente Médio.

O prazo de 27 de junho dado por Teerã vem antes de outra data limite, 7 de julho, para que a Europa apresente melhores termos para que o país permaneça no acordo. Se essa segunda data passar sem nenhuma ação, o presidente iraniano Hassan Rouhani diz que a república islâmica irá provavelmente retomar o alto enriquecimento de urânio.

Veja a seguir em que situação está o programa nuclear do Irã atualmente:

O acordo nuclear

O Irã fechou um acordo nuclear em 2015 com Estados Unidos, França, Alemanha, Reino Unido, Rússia e China. O acordo, formalmente conhecido como Plano de Ação Conjunto Abran…

Quando não resta mais nada além de fanfarrice

Desde o dia 6 de janeiro, nas águas do mar Negro está o navio anfíbio de assalto USS Fort McHenry, se preparando para participar de manobras conjuntas com a fragata romena Regele Ferdinand nas águas territoriais da Romênia e na área de águas neutrais.


Sputnik

A chegada do navio "reafirma a nossa determinação coletiva para a segurança do mar Negro e reforça nossas fortes relações com nossos aliados e parceiros da OTAN na região", declarou a vice-almirante Lisa M. Franchetti, comandante da 6ª Frota dos EUA.


Quando não resta mais nada além de fanfarrice

O Ministério da Defesa da Rússia informou que o navio-patrulha Pytlivy, da Frota do Mar Negro, acompanha as ações do navio americano.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas