Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Recrutamento chinês estaria indicando produção massiva do caça J-20

A China continua apostando nos seus caças, com o J-20 de quinta geração dominando a linha de produção desde que entrou em serviço, em março de 2017.


Sputnik

A estimativa é de que aproximadamente 100 caças de elite já estejam prontos. O J-20 é um caça de quinta geração chinês, um análogo do americano F-22 Raptor, além disso, ele é um dos três caças que fazem parte do Exército Popular de Libertação.


Caça furtivo chinês J-20
Chengdu J-20 © Foto: Public Domain / Sunson Guo

A China conta com o caça de 4++ geração, J-10C light e o J-16, uma aeronave que se assemelha ao caça J-20 de quinta geração, isso devido aos sistemas de guerra eletrônica, aviônicos e sistemas de armas avançados, segundo a revista Military Watch.

Com esse potencial, a China demonstra que está investindo uma grande quantia para fortalecer sua defesa e combater eventuais ameaças em torno de seu território. Dessa maneira, estima-se que os chineses deverão ultrapassar as forças americanas, que produziram em torno de 90 unidades do caça F-35 em 2018.

Além disso, devido à produção em massa dos J-20, o Exército Popular de Libertação iniciou uma campanha de recrutamento em grande escala para formar a próxima geração de pilotos. Tanto é que o recrutamento ocorre em 31 das 33 áreas administrativas das províncias, isso mostra que caças J-20 estão sendo produzidos em uma escala considerável.

Algo que se destaca no Exército chinês é justamente a capacidade de produzir munições de qualidade em grande escala, comprovando habilidade em produzir equipamentos de alta tecnologia, bem como financiando produção em massa de caças J-20 de quinta geração.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas