Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Rússia revela novos detalhes do drone nuclear subaquático ‘Poseidon’ (VIDEO)

A agência de notícias russa TASS revelou alguns detalhes sobre o drone nuclear subaquático “Poseidon”.


Poder Naval

O “Poseidon”, também conhecido pelo Ocean Multipurpose System Status-6 ou “Kanyon” pela comunidade de inteligência dos EUA, é um novo drone estratégico russo impulsionado por um reator nuclear miniaturizado.



Segundo a reportagem, a velocidade máxima do drone “Poseidon” será de mais de 107 nós (200 km/h), com profundidade máxima operacional de mais do que um quilômetro. Para comparação, a velocidade máxima dos modernos submarinos nucleares é de 32 nós, e torpedos 48 nós.

A alta velocidade do “Poseidon” será possível devido à supercavitação, através da qual uma bolha de gás envolve o torpedo na velocidade máxima. Isso minimiza o contato da água com o torpedo, reduzindo significativamente o arrasto.

Além disso, a TASS alegou que o mais novo veículo subaquático autônomo (AUV – autonomous underwater vehicle) russo será impossível de atacar devido às peculiaridades de suas manobras.

O ‘Poseidon’ foi projetado para criar uma onda de tsunamis de até 500 metros de altura, que contaminaria uma ampla área na costa inimiga com isótopos radioativos, além de ser imune a sistemas de defesa antimíssil, como mísseis antimísseis, armas laser e railguns que podem neutralizar um ICBM ou um SLBM.

O drone nuclear russo moderno foi oficialmente anunciado em março de 2018, juntamente com outros sistemas de armas futuros, destinados a combater o desenvolvimento de tecnologias de mísseis anti-balísticos pelos EUA.

O drone está incluído no programa de armamentos da Rússia para 2018-2027 e o Poseidon deve entrar em serviço antes do fim do programa, acrescentou a fonte.



Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas