Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Secretário de Estado dos EUA diz estar 'otimista' sobre futuro de curdos sírios

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse neste sábado (12) que acredita em um "bom resultado" para a relação entre Turquia e grupos curdos sírios, depois de falar com o ministro turco das Relações Exteriores.


Sputnik

"Reconhecemos o direito do povo turco de defender seu país de terroristas, mas também sabemos que aqueles que não são terroristas e lutam ao nosso lado por todo esse tempo merecem ser protegidos", disse Pompeo.


Mike Pompeo no Egito.
Mike Pompeo © AP Photo / Andrew Caballero-Reynolds

"Há muitos detalhes a serem trabalhados, mas estou otimista de que podemos alcançar um bom resultado", disse ele.

Grupos liderados por curdos que controlam parte do norte da Síria temem um ataque da Turquia na sequência da decisão do Presidente dos EUA, Donald Trump, de retirar tropas da sua região. A Turquia vê a milícia curda do YPG como uma ameaça à segurança. O presidente turco, Tayyip Erdogan, prometeu esmagar o grupo.

Falando em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, como parte de uma turnê regional, Pompeo também disse que a retirada das tropas norte-americanas da Síria é uma "mudança tática" e não altera a capacidade militar dos EUA de combater o Daesh e o Irã.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas