Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Reino Unido reforçará sua presença militar no Ártico para se opor à Rússia, diz mídia

O ministro da Defesa britânico, Gavin Williamson, disse que o Reino Unido pretende reforçar a presença militar no Ártico para “proteger” o flanco norte da OTAN das ações da Rússia, segundo o diário The Telegraph.
Sputnik

Segundo o jornal, mais de 1.000 fuzileiros navais da Marinha britânica farão treinamentos anuais com colegas noruegueses no âmbito de um programa previsto para dez anos, formando no futuro próximo um novo destacamento, assinalou Williamson durante uma visita à base militar em Bardufoss, na Noruega.


O ministro britânico mencionou também que o Reino Unido enviará no próximo ano para a região do Ártico um avião de patrulha marítima Poseidon P8 para vigiar a atividade crescente dos submarinos russos.

"Queremos melhorar nossas capacidades em condições de temperaturas abaixo de zero, aprendendo com antigos aliados, tais como a Noruega, ou monitorando as ameaças submarinas com nossos aviões Poseidon. Nos manteremos atentos a novos desafios", afirmou Williamson.

O minist…

Secretário de Estado dos EUA diz estar 'otimista' sobre futuro de curdos sírios

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse neste sábado (12) que acredita em um "bom resultado" para a relação entre Turquia e grupos curdos sírios, depois de falar com o ministro turco das Relações Exteriores.


Sputnik

"Reconhecemos o direito do povo turco de defender seu país de terroristas, mas também sabemos que aqueles que não são terroristas e lutam ao nosso lado por todo esse tempo merecem ser protegidos", disse Pompeo.


Mike Pompeo no Egito.
Mike Pompeo © AP Photo / Andrew Caballero-Reynolds

"Há muitos detalhes a serem trabalhados, mas estou otimista de que podemos alcançar um bom resultado", disse ele.

Grupos liderados por curdos que controlam parte do norte da Síria temem um ataque da Turquia na sequência da decisão do Presidente dos EUA, Donald Trump, de retirar tropas da sua região. A Turquia vê a milícia curda do YPG como uma ameaça à segurança. O presidente turco, Tayyip Erdogan, prometeu esmagar o grupo.

Falando em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, como parte de uma turnê regional, Pompeo também disse que a retirada das tropas norte-americanas da Síria é uma "mudança tática" e não altera a capacidade militar dos EUA de combater o Daesh e o Irã.

Comentários

Postagens mais visitadas