Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump diz que 'certamente' entraria em guerra com o Irã, mas 'não agora'

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou que consideraria uma ação militar contra o Irã para impedir que a República Islâmica consiga armas nucleares. A briga entre Teerã e Washington aumentou depois que os EUA acusaram o Irã de atacar dois petroleiros.
Sputnik

"Eu certamente vou considerar as armas nucleares", disse Trump à revista Time na terça-feira, quando perguntado sobre o que poderia levá-lo a declarar guerra ao Irã. "E eu manteria o outro um ponto de interrogação".

A reportagem não especificou se o presidente elaborou o cenário de lançar um conflito armado de pleno direito com a República Islâmica sobre seu programa nuclear. Quando um repórter perguntou a Trump se ele estava considerando uma ação militar contra o Irã agora, ele respondeu: "Eu não diria isso. Eu não posso dizer isso".

Seus comentários foram feitos um dia depois de o Pentágono ter enviado 1.000 soldados extras para o Oriente Médio "para fins defensivos".

Os Estados Unidos cu…

Secretário de Estado dos EUA diz estar 'otimista' sobre futuro de curdos sírios

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse neste sábado (12) que acredita em um "bom resultado" para a relação entre Turquia e grupos curdos sírios, depois de falar com o ministro turco das Relações Exteriores.


Sputnik

"Reconhecemos o direito do povo turco de defender seu país de terroristas, mas também sabemos que aqueles que não são terroristas e lutam ao nosso lado por todo esse tempo merecem ser protegidos", disse Pompeo.


Mike Pompeo no Egito.
Mike Pompeo © AP Photo / Andrew Caballero-Reynolds

"Há muitos detalhes a serem trabalhados, mas estou otimista de que podemos alcançar um bom resultado", disse ele.

Grupos liderados por curdos que controlam parte do norte da Síria temem um ataque da Turquia na sequência da decisão do Presidente dos EUA, Donald Trump, de retirar tropas da sua região. A Turquia vê a milícia curda do YPG como uma ameaça à segurança. O presidente turco, Tayyip Erdogan, prometeu esmagar o grupo.

Falando em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, como parte de uma turnê regional, Pompeo também disse que a retirada das tropas norte-americanas da Síria é uma "mudança tática" e não altera a capacidade militar dos EUA de combater o Daesh e o Irã.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas