Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Sistema russo de artilharia autopropulsada quebra recorde de alcance

O novo sistema russo de artilharia autopropulsada Koalitsiya-SV demonstrou um impressionante alcance de tiro durante exercícios militares, informa o portal Russkoe Oruzhie, citando mídias locais.


Sputnik

Como se diz na publicação do portal, o sistema autopropulsado russo pode atingir alvos inimigos a uma distância significativamente maior do que se pensava anteriormente.


Canhão autopropulsado russo Koalitsiya-SV (foto do arquivo)
Koalitsiya-SV © Sputnik / Pavel Lisitsin

"Os alvos podem ser atingidos a uma distância de até 80 quilômetros", indica um especialista militar citado pelo portal.

De acordo com dados previamente publicados, acreditava-se que o sistema autopropulsado Koalitsiya-SV de 152 mm possuía um alcance de 70 km. O novo sistema de artilharia pode funcionar em regime de "barragem de fogo", ou seja, disparos massivos em cadência contínua.

O sistema permite disparar projéteis sob diferentes ângulos de forma a que atinjam simultaneamente o alvo. Como resultado, o inimigo é sujeito a um ataque massivo. Além disso, o sistema possui uma torre que pode ser controlada remotamente através de um sistema de comando e controle unificado.

O sistema autopropulsado é capaz de lançar mais de 11 projéteis por minuto, ressaltando que os projéteis possuem elevada potência e podem ser guiados por satélite, além de possuírem um sistema de pontaria automatizado.

Os especialistas já haviam reconhecido que o Koalitsiya-SV simplesmente não dará ao inimigo uma chance de retaliar. Este sistema supera os análogos dos países da OTAN em alcance e cadência de tiro, sendo capaz de atacar sem entrar na zona de destruição de armas inimigas.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas