Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Chefe da ONU diz que é essencial evitar escalada de tensões no Irã

O chefe da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, alertou neste domingo que é essencial evitar “qualquer forma de escalada” das tensões no Golfo, em meio a temores de um conflito após a derrubada de um drone norte-americano pelo Irã na semana passada.
Por Catarina Demony | Reuters

LISBOA (Reuters) - “O mundo não pode permitir um grande confronto no Golfo”, disse Guterres, nos bastidores da Conferência Mundial de Ministros Responsáveis pela Juventude, em Lisboa . “Todos devem manter nervos de aço.”

Na quinta-feira, um míssil iraniano destruiu um drone de vigilância dos EUA, em um incidente que o governo norte-americano disse que aconteceu no espaço aéreo internacional.

Trump disse mais tarde que ordenou o cancelamento de um ataque militar em retaliação pela ação que poderia ter resultado em 150 mortes.

Teerã repetiu no sábado que o drone foi abatido sobre seu território e disse que responderia com firmeza a qualquer ameaça dos EUA.

Os comentários de Guterres vêm um dia depois…

Tanque russo T-14 Armata começará testes em 2019

O tanque T-14 da Rússia baseado na plataforma Armata passará por testes estatais nas instituições científicas e de pesquisa do Ministério da Defesa em 2019, informou o serviço de imprensa do ministério em 1 de janeiro.


Forças Terrestres

“O tanque T-14, que foi criado na plataforma universal Armata e desenvolvido para as Forças Terrestres, está completando os testes do fabricante. O veículo de combate em 2019 começará a ser submetido a testes estatais nas instituições científicas e de pesquisa do Ministério da Defesa da Rússia”, disse o ministério.



O T-14 é o único tanque do pós-guerra de terceira geração do mundo. O Armata é o desenvolvimento da Rússia, que não tem contrapartes no mundo.

Mais cedo, o vice-ministro da Defesa, Alexei Krivoruchko, disse que o Ministério da Defesa assinou um contrato com a Uralvagonzavod para a entrega de 132 tanques T-14 e veículos de combate de infantaria T-15 baseados na plataforma de combate Armata. As entregas devem ser concluídas até 2021.

O tanque T-14 baseado na plataforma Armata foi mostrado ao público pela primeira vez no desfile do Dia da Vitória na Praça Vermelha em 9 de maio de 2015. O novo veículo de combate possui equipamento totalmente digitalizado, uma torre não tripulada e uma cápsula blindada isolada para a tripulação.

FONTE: TASS

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas