Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Empresa chinesa faz peças para F-35? Revelação surge em meio a polêmicas envolvendo Huawei

Em meio à briga contínua entre os EUA e a gigante tecnológica chinesa Huawei, classificada como ameaça à segurança por Washington, verificou-se que uma subsidiária com sede no Reino Unido de uma companhia chinesa fabrica peças para os jatos americanos F-35.
Sputnik

Trata-se da companhia chinesa Exception PCB, com sede no condado britânico de Gloucestershire, que fabrica placas de circuitos que controlam os motores, iluminação, combustível e sistemas de navegação dos caças F-35 – o sistema de armas mais caro já feito.

De acordo com a emissora britânica Sky, citando materiais divulgados pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, a empresa que fabrica componentes para os caças da Lockheed Martin foi comprada em 2013 pela companhia chinesa Shenzhen Fastprint, que inclusive já participou da fabricação de caças Eurofighter Typhoon e de helicópteros de ataque Apache.

"A Exception PCB, com sede em Gloucestershire, fabrica placas de circuito impresso que controlam muitas das principais capacid…

Torre do Exército que faz parte do Sisfron é alvo de ladrões na BR-163 (VIDEO)

Uma torre do Exército foi alvo de ladrões. Ela fica ás margens da Br-163 entre o distrito de Anhanduí e Nova Alvorada do Sul.

Forças Terrestres

O curioso é que a torre faz parte do Sistema Sisfron, criado para aumentar a segurança na região de fronteira.


Resultado de imagem para Torre do Exército que faz parte do Sisfron é alvo de ladrões na BR-163
Reprodução

Orçado em R$ 12 bilhões, o Sisfron – Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras pretende fortalecer a capacidade de ação do Exército na faixa de fronteira do país, uma área uma área de 1,2 milhão de quilômetros quadrados. Por esta razão, o Sisfron é considerado o maior sistema de monitoramento de fronteiras do mundo.

FONTE: SBT MS


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas