Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU

Membros dos Capacetes Brancos estão preparando novas provocações com substâncias tóxicas na Síria, disse o vice-embaixador russo na ONU, Vladimir Safronkov, nesta quarta-feira (24) na reunião do Conselho de Segurança da ONU.
Sputnik

Safronkov observou que os Capacetes Brancos acusariam o governo sírio pelo uso de tais substâncias.

Mais cedo nesta quarta-feira (24), o Major General Viktor Kupchishin, chefe do Centro Russo para a Reconciliação Síria, argumentou que funcionários da mídia estrangeira na província síria de Hama conduziram uma filmagem falsa da "morte" de uma família supostamente devido ao uso de armas químicas pelas tropas sírias.

Em diversas ocasiões, Moscou e Damasco apontaram que os Capacetes Brancos estavam produzindo provocações envolvendo o uso de armas químicas com o objetivo de culpar o governo da Síria e dar aos países ocidentais justificativas para a intervenção no país.
A estratégia de encenar ataques para usá-los como falsa bandeira tem sido usada repetida…

Ucrânia está disposta a comprar drones de ataque turcos

A Ucrânia comprará drones de ataque turcos Bayraktar TB2, informou no Facebook o presidente ucraniano Pyotr Poroshenko.


Sputnik

"Esses novíssimos drones de ataque de nível tático-operativo, além das características de ponta, também podem ser adicionalmente equipados com foguetes de alta precisão para destruição de veículos blindados, construções de engenharia e fortificação, bem como alvos marítimos", declarou o presidente ucraniano.


Resultado de imagem para Bayraktar TB2

Pyotr Poroshenko chamou a este acordo de parte das iniciativas destinadas a ampliar a cooperação militar entre a Ucrânia e Turquia. Segundo ele, a decisão corresponde ao "curso estratégico da Ucrânia na OTAN" e contribui para a integração do complexo militar-industrial da Ucrânia no mercado mundial de armamento.

Anteriormente, a Ucrânia comprou fuzis canadenses produzidos pela empresa PGW Defence Technologies. O primeiro lote de armas será fornecido já neste ano. Em dezembro de 2018, o ministro da Defesa ucraniano informou que o país compraria cerca de vinte tipos de armas que as Forças Armadas ucranianas ainda não dispõem.

A Rússia avisou mais de uma vez sobre o fornecimento de armas a Kiev, que pode levar à escalação do conflito no Leste da Ucrânia, não contribuindo para a sua resolução e realização dos acordos de Minsk. A chancelaria russa sublinhou também que Moscou está preocupada com o fornecimento planejado de armas letais à Ucrânia.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas