Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Defesa do Brasil tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai

Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial
Por Igor Gielow e Gustavo Patu | Folha de S.Paulo

A previsão de gasto militar para o primeiro ano de governo do capitão reformado do Exército Jair Bolsonaro (PSL) traz o maior aumento de despesa com pessoal em dez anos e uma redução expressiva do investimento em programas de reequipamento das Forças Armadas.
Não fosse uma criatividade contábil dos militares, que conseguiram recursos com a capitalização de uma estatal para comprar novos navios, a despesa de investimento seria a menor desde 2009.

A Folha analisou a série histórica com a ferramenta de acompanhamento orçamentário Siga Brasil, do Senado. Para este ano, o Ministério da Defesa, ainda na gestão Michel Temer (MDB), planejou gastar R$ 104,2 bilhões, o quarto maior volume da Esplanada.

Desse montante, R$ 81,1 bilhões irão para pessoal, R$ 13,3 bilhões, para gastos correntes (custeio) e R$ 9,8 bilhões, para investimentos. Os valores não incluem o con…

1º sistema de mísseis russos S-350 Vityaz será posicionado na área de São Petersburgo

O primeiro novíssimo sistema de mísseis terra-ar de médio alcance S-350 Vityaz será enviado ao centro de formação da Força Aeroespacial da Rússia da região de Leninegrado (zona metropolitana em torno de São Petersburgo), comunicou na terça-feira (5) o Ministério da Defesa da Rússia.


Sputnik

"A Força Aeroespacial receberá em 2019 pela primeira vez o novíssimo sistema de mísseis S-350 Vityaz. O sistema será instalado no centro de formação da Força Aeroespacial da região de Leninegrado. Primeiramente, o pessoal será treinado a usar o novo equipamento", fala o comunicado da entidade.


Ssistema de mísseis russos S-350 Vityaz
S-350 Vityaz © Sputnik / Ramil Sitdikov

O sistema de nova geração S-350 Vityaz, desenvolvido pela empresa Almaz-Antey, é um veículo autopropulsado lançador de mísseis. O sistema usa radares multi-função com escaneamento eletrônico do espaço e um posto de comando instalado no chassi do veículo especial BAZ. O S-350 Vityaz dispara mísseis terra-ar de médio alcance, usados no sistema S-400, bem como mísseis de curto alcance.

De acordo com os desenvolvedores, as capacidades do sistema são superiores às dos seus homólogos estrangeiros, devendo substituir o S-300 com mísseis V55R, cujo prazo de vida útil cessou em 2015.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas