Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin ameaça retaliar se EUA instalarem mísseis na Europa

Em seu discurso sobre o estado da nação, presidente russo faz ataques a Washington e promete apontar seu arsenal para os Estados Unidos e para o continente europeu se mísseis americanos atravessarem o Atlântico.
Deutsch Welle

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou nesta quarta-feira (20/02) que seu país responderá a um possível envio de mísseis americanos à Europa, fazendo com que não apenas os países que receberem esses armamentos se tornem alvos, mas também os Estados Unidos.


Em seu discurso anual sobre o estado da nação em Moscou, Putin elevou o tom ao comentar uma nova e potencial corrida armamentista. Ele afirmou que a reação russa a um possível envio seria rigorosa e que as autoridades em Washington – algumas das quais estariam obcecadas com o "excepcionalismo" americano – deveriam calcular os riscos antes de tomar qualquer medida.

"É o direito deles de pensar da forma que quiserem. Mas eles sabem fazer cálculos? Tenho certeza que sabem. Deixemos que eles cal…

Bombas da Segunda Guerra fecham aeroporto em Roma por horas

Ciampino, segundo mais importante da capital italiana e utilizado por companhias de baixo custo, é fechado por três horas depois de explosivos serem encontrados na área de estacionamento de aeronaves.


Deutsch Welle

As autoridades italianas fecharam por algumas horas, nesta quinta-feira (07/02), o aeroporto Ciampino, em Roma, após três bombas da Segunda Guerra Mundial terem sido encontradas durante obras na área de estacionamento de aeronaves.


default
Especialistas militares desativaram as bombas, de fabricação alemã e com 75 quilos de explosivos

Especialistas do Exército foram chamados para desativar as bombas, de fabricação alemã, que pesavam 150 quilos e continham cerca de 75 quilos de explosivos, afirmou o Ministério da Defesa da Itália. Cerca de 750 pessoas foram retiradas do aeroporto.

O aeroporto foi fechado durante cerca de três horas para permitir a retirada dos artefatos e reabriu por volta das 17h30 (horário local). Os voos programados, tanto de chegada como de partida, sofreram atrasos ou foram transferidos para o aeroporto de Fiumicino, o principal da capital italiana.

O aeroporto de Ciampino é o segundo em importância de Roma e nele operam principalmente companhias de baixo custo. Em 2018, ele teve quase 6 milhões de passageiros, frente aos 42 milhões que passaram pelo de Fiumicino, o maior da cidade e situado no litoral romano.

Comentários

Postagens mais visitadas