Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Marinha do Brasil prevê inaugurar estação na Antártica em 2020, oito anos após incêndio

Obra é executada por uma empresa chinesa e, segundo a Marinha, se aproxima do final. Incêndio em 2012 destruiu estação, e dois militares morreram.
Por Guilherme Mazui | G1 — Brasília

Passados sete anos desde o incêndio que destruiu a Estação Antártica Comandante Ferraz, a Marinha prevê inaugurar a nova estação em março de 2020.

Executada pela empresa chinesa Ceiec, a obra se aproxima do final, segundo a Marinha, que prevê concluir as obras civis e a instalação de máquinas e mobiliário até 31 de março, iniciando um período de testes do complexo científico até março de 2020. Após os testes, a estação poderá receber militares e pesquisadores.

"A previsão de inauguração é março de 2020, quando os pesquisadores e o Grupo-Base [de militares] deverão ocupar em definitivo as instalações da nova Estação Antártica Comandante Ferraz", informou a Marinha ao G1.

Com investimento de US$ 99,6 milhões, o complexo receberá profissionais que atuam no Programa Antártico Brasileiro (Proantar), criad…

Caça russo Su-27 'afasta' F-15 americano e o faz 'retirar-se' (VÍDEO)

Um vídeo publicado na quinta-feira (31) mostra como um caça Su-27 da Força Aérea da Rússia intercepta um avião F-15 da OTAN forçando-o a se distanciar de um avião do governo russo nos céus sobre o Mar Báltico, segundo a legenda do vídeo.


Sputnik

Provavelmente o incidente teria ocorrido em junho de 2017, quando o caça dos EUA tentou seguir o avião do governo russo que prosseguia para a cidade de Kaliningrado. O Ministério da Defesa da Rússia e a OTAN ainda não comentaram este vídeo.


Resultado de imagem para interceptaçao de f-15 por su-27
Reprodução

O vídeo recém-publicado já provocou debates de usuários das redes. Alguns dizem que o jato da OTAN foi apanhado totalmente de surpresa, destacando que o Su-27 parece um gato pulando em um rato.

Ao mesmo tempo, outro usuário escreveu que de fato não houve nenhuma agressividade por parte do Su-27, apenas medidas de precaução para segurança do avião governamental. E também não foram raras as perguntas sobre o que estão buscando os caças americanos no Báltico, a cerca de 9.000 quilômetros dos EUA.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas