Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Prestes a 'ganhar' território do tamanho da Arábia Saudita, Brasil carece de recursos para defesa

A ONU deve ratificar no próximo mês, o pleito brasileiro em estender sua faixa de águas jurisdicionais em pelo menos 2,1 milhões de km², uma área equivalente à extensão da Arábia Saudita. Para especialista ouvido pela Sputnik Brasil, movimento precisa vir acompanhado de modernização da Marinha.
Sputnik

Como a Sputnik Brasil mostrou em maio, a demanda já dura há pelo menos 30 anos e tem relação com medições técnicas sobre o ponto onde termina o Brasil continental e até onde é lícito explorar as águas do entorno. O mar territorial brasileiro têm atualmente cerca de 12 milhas náuticas (22 quilômetros) na faixa de água e uma zona econômica exclusiva de 200 milhas náuticas (370 quilômetros). Na parte de solo e sub-solo, área na qual o Brasil pleiteia a extensão, há um limite de mais 200 milhas regulamentadas.

Responsável pela proteção da área oceânica, a Marinha brasileira vem desenvolvendo pesquisas na região desde 2004. Os militares já identificaram potencial possibilidade de exploração de …

Caça russo Su-27 'afasta' F-15 americano e o faz 'retirar-se' (VÍDEO)

Um vídeo publicado na quinta-feira (31) mostra como um caça Su-27 da Força Aérea da Rússia intercepta um avião F-15 da OTAN forçando-o a se distanciar de um avião do governo russo nos céus sobre o Mar Báltico, segundo a legenda do vídeo.


Sputnik

Provavelmente o incidente teria ocorrido em junho de 2017, quando o caça dos EUA tentou seguir o avião do governo russo que prosseguia para a cidade de Kaliningrado. O Ministério da Defesa da Rússia e a OTAN ainda não comentaram este vídeo.


Resultado de imagem para interceptaçao de f-15 por su-27
Reprodução

O vídeo recém-publicado já provocou debates de usuários das redes. Alguns dizem que o jato da OTAN foi apanhado totalmente de surpresa, destacando que o Su-27 parece um gato pulando em um rato.

Ao mesmo tempo, outro usuário escreveu que de fato não houve nenhuma agressividade por parte do Su-27, apenas medidas de precaução para segurança do avião governamental. E também não foram raras as perguntas sobre o que estão buscando os caças americanos no Báltico, a cerca de 9.000 quilômetros dos EUA.


Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas