Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Trump reconhece soberania de Israel sobre Colinas de Golã

Ao lado de Netanyahu, presidente dos EUA contradiz décadas de política externa e reconhece a soberania de Israel sobre o território, ocupado em 1967 e anexado em 1981. Síria vê ataque a sua integridade territorial.
Deutsch Welle

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu formalmente nesta segunda-feira (25/03) a soberania de Israel sobre as Colinas de Golã, um território disputado com a Síria e que Israel anexou em 1981.

O governo do presidente sírio, Basahr al-Assad, respondeu de imediato e afirmou que a decisão é um ataque à soberania e à integridade territorial da Síria.

O decreto de reconhecimento foi assinado no início de um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, em Washington. Trump justificou a medida com as "ações agressivas" do Irã e de grupos "terroristas" contra Israel.

Netanyahu disse que se trata de um dia histórico e que Trump é o melhor amigo que Israel já teve.

Em Israel, o reconhecimento pode significar um forte i…

Chancelaria russa diz que bloqueio do Facebook de páginas ligadas à RT é 'inaceitável'

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia declarou em um comunicado nesta segunda-feira (18) que considera o bloqueio de páginas relacionadas ao canal RT por parte do Facebook inaceitável.


Sputnik

De acordo com diplomacia russa, Moscou está esperando por uma resposta da Organização para a Segurança e Cooperação (OSCE) da Europa sobre o caso. 


Ministério das Relações Exteriores da Rússia na Praça Smolenskaya-Sennaya, Moscou
Ministério das Relações Exteriores da Rússia © Sputnik / Natalia Seliverstova

Anteriormente havia sido relatado que o Facebook tinha bloqueado várias contas associadas ao canal RT sem explicar as razões.

“Mais uma vez, estamos lidando com um ato de pressão direta e legalmente injustificada sobre as fontes de informação que a Washington não gosta. Obviamente, essa tendência à censura na Internet está apenas aumentando, apesar dos repetidos apelos do Ocidente para que se respeite a liberdade no ambiente digital e informacional”, disse o ministério.

De acordo com a chancelaria, "a situação em que a administração do Facebook, de maneira autoritária e não transparente, bloqueia as contas em violação dos princípios geralmente aceitos de liberdade de expressão e acesso igual à informação, é inaceitável".

"Estamos pedindo uma reação das estruturas internacionais relevantes. Principalmente, a representação da OSCE para a liberdade de imprensa", completa a nota.

Comentários

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas